05/01/2015

Lembra de como nós costumávos ser?


Ei, você! Lembra de como nós costumávamos ser? Antes de tudo acontecer?
Quando eu digo tudo, você sabe a que me refiro, não é? Quando nós deixamos de lado, aquilo que plantamos e cultivamos por um tempo que parecia eterno e ao mesmo tempo ligeiro. Esses quilômetros de distância, que surgiram no meio do capítulo, não deveriam separar algo que foi criado pelo coração, algo tão grandioso como uma amizade...

É engraçado porque eramos tão próximos, tão clichê, tão...conectados. Momentos, agora em molduras na parede, antes bem diante de nossos olhos. Passamos todo esse tempo juntos, até aqui, não conhecia outra definição para a palavra "amizade", a não ser o que nós tínhamos. Vivemos tudo isso juntos, dividimos momentos que foram eternizados em nossas memórias. Sempre que vejo aquelas fotografias, lembro como ontem das aventuras em conjunto, são tantas, que até me embaralham a mente quando penso, mas eu sou seguro em dizer que, esses foram os melhores tempos, as melhores aventuras, as melhores histórias, de toda a minha vida. Tudo o que presenciamos e protagonizamos, são momentos únicos e insubstituíveis na minha mente, posso viver muitas coisas, coisas que eu possa considerar únicas e memoráveis, porém esses momentos serão sempre á parte de tudo isso, e sempre estarão salvos aqui dentro.

Eu posso não ser a pessoa mais experiente com amizades, sempre fui seleto em minhas companhias, mas do que vi até agora, sei que nada vai superar tudo isso. Mesmo que não agora tenha tanta força, sei que o que nos uniu um dia ainda existe e brilha levemente nas profundidades dos nossos seres, e que um dia, pela ironia do destino, sei que isso irá se reacender e incendiar novamente nossas almas. E quando isso acontecer, o mundo ao nosso redor irá precisar de melhores estruturas para suportar sentimento de tal porte, hahahah!

Um dia, quando formos bem velhinhos, vamos olhar pra trás e pensar, lembrar de todas as coisas boas que nos aconteceram, todas as coisas boas que nós vimos, todas as nossas risadas, lágrimas, de alegria, tristeza e até da raiva, de tudo o que passamos, e poderemos dizer que "eu vivi, e vivi intensamente!".

Isso tudo foi transformado em pouco, na verdade, posso dizer que pouco sobrou do que tínhamos de mais precioso. Nos vemos uma vez ao ano, mas é como se fosse uma vez na vida, é um longo e árduo tempo de se esperar, quando se lembra de tudo isso que se passou há tão pouco tempo. Mas mesmo que distantes, sei que a força de um sentimento tão profundo como o de uma amizade, vai durar pra sempre, e por mais que a clichê que isso seja, pra mim não há nada mais importante do que isso. Não há nada que me faça sentir arrependimento, de nada. Tudo o que sinto são saudades e felicidades, por ter aprendido a viver, sentir, e ser feliz, ao lado da melhor companhia que se poderia ter, de todos amigos e amigas, você simplesmente foi a melhor, a melhor amiga que eu nunca, nunca mesmo vou esquecer, a quem sou grato por todos os momentos e sentimentos, hoje, amanhã, e sempre.

XX

2 comentários:

  1. Que lindo. Como tudo flui.

    bjus

    http://www.cheiadepapo.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Adorei o texto, é pra se refletir em muitos aspectos

    Beijos

    aestranhanoparaiso.blogspot.com.br
    Instagram: aline_bianca

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...