17/12/2014

Am I Joan Of Arc?


O que é que eu tenho de tão diferente? Por que é que eu sempre tenho que ser o diferente? O super-herói que está pronto a qualquer momento? Aquele que sempre está disposto á ouvir, e nunca tem nada a dizer? Sou como Joana D'arc?

Você me entende? Quando seu amigo precisa, você é sempre aquele que ouve, mas você tem que ser aquele que nunca precisa desabafar. Você sempre precisa estar pronto, você é como aquele que divide o que não tem para amparar os outros. Você é o que não pode partir, porque é a coluna que sustenta tudo por aqui. Você é a base, que se compromete e, como Joana, se sacrifica por quem jamais faria o mesmo por ti. Entende?

Isso parece pesado demais pra alguém tão jovem dizer, mas, ás vezes, é assim que as coisas são por aqui. Eu estou farto, farto de querer falar mas não ter ninguém pra ouvir, farto de não saber o que fazer, sem ninguém pra aconselhar, farto de ter que aprender tudo sozinho, com os próprios erros. Não que eu não me orgulhe disso, mas acho que as vezes isso é uma responsabilidade grande demais para um adolescente em confronto com o próprio eu suportar. Estou naquele momento, á ponto de desabar, e sei que ninguém vai estar lá pra segurar. Pode parecer que estou reclamando demais, denunciando problemas que não se arrastam aos pés do que enfrentarei adiante, mas tudo o que eu quero é um ombro amigo, uma mão para segurar, e alguém pra dizer "vai ficar tudo bem", como eu tenho feito nos últimos tempos.

Acho que preciso uma pausa disso, com isso, me refiro ás relações, aos conselhos que nem eu mesmo sigo, ao interior petrificado que nunca se deixa abalar, é uma pausa ao "Quer uma ajuda?"

Estou sim passando por muitas coisas, problemas pessoais e etc, mas isso não significa desabar, é quase, mas não é. É o momento em que o jogo vira, em que eu fico com medo, e minhas paredes desmoronam. Não é perceptível que eu não sou esse soldado de chumbo?

XX

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...